Concorrência e colaboração: onde uma termina e a outra começa

Há alguns anos, saiu uma reportagem no Harvard Business Review apontando a colaboração como uma nova forma de concorrência.

Sabemos que, a princípio, essas ideias podem parecer opostas.

É por isso que nos propomos, neste artigo, a explicar porque não necessariamente deve haver um cabo de guerra entre essas abordagens.

Vamos também abordar o fato de que, cada vez mais, nos damos conta de que a colaboração é crucial para qualquer iniciativa no mundo contemporâneo.

Faça uma leitura crítica e reflita conosco sobre como a concorrência e a colaboração podem ser termos complementares!

Uma timeline de mudanças

Desde a Revolução Industrial, o mundo empresarial tem sido regido pela máxima da competição por mercados consumidores.

Contudo, se você percorrer a linha do tempo de lá (meados do século 18) para cá (segunda década do século 21), verá que muito mudou.

Com a globalização, o avanço da tecnologia e a popularização da internet e do e-commerce, a própria forma de produzir e oferecer um produto ou serviço ao consumidor sofreu transformações.

A tônica do mercado ainda é a competição por novos mercados consumidores, fornecedores e matérias-primas.

Apesar disso, há que se admitir que na era em que startups disputam território com grandes corporações, as relações precisam se adaptar.

A relação entre honestidade e autenticidade

Você é daquele tipo que perde o sono quando vê os anúncios e promoções de seu concorrente direto? Se sim, é melhor repensar essa abordagem.

Muitas empresas gastam mundos e fundos em marketing e construção de uma imagem perante seu consumidor ideal.

Ainda assim, se você conhecer seu produto, entender quais são seus diferenciais e o que eles proporcionam, não há necessidade de surfar na mesma onda.

Seu concorrente faz tudo isso, mas você sabe que ele está mentindo? Que o desespero sirva de inspiração para você ser honesto com seu público. A honestidade é seu ticket para ser autêntico, único. Utilize-o!

No mundo globalizado, há espaço para todos

O que dissemos logo acima é verdade: hoje, empresas pequenas disputam território com multinacionais. Não é à toa que constantemente vemos anúncios incentivando o consumo local.

Para que essa competição seja possível, contudo, é preciso haver uma rede articulada de colaboradores, uma estrutura de comunicação entre fornecedores, compradores e — por que não? — competidores.

Seu negócio não pode suprir todas as necessidades do cliente, então por que não encontrar e valorizar pontos de colaboração com pessoas físicas e jurídicas que tenham um serviço complementar?

É preciso ter em mente que, dependendo da situação, empresas pequenas e com formatos alternativos de trabalho podem alcançar vantagens que grandes conglomerados não podem.

Para isso, é preciso ter conectividade e estabelecer essa rede colaborativa.

A valorização do próprio sucesso

Não é possível ter o melhor negócio ou produto da noite para o dia. Tudo evolui com tempo e experiência, e seu negócio ou produto não é exceção.

Comemore os degraus que você já subiu em vez de ficar ruminando o sucesso do concorrente.

Aprenda com os feedbacks de seus clientes e inspire-se no seu diferencial para se comunicar. O protagonista de sua vida corporativa é sua empresa, portanto, foque em você, no seu potencial, nas suas oportunidades de inovação.

Isso não quer dizer que não é possível aprender com os erros dos competidores.

Sabemos que a dinâmica de mercado é uma escola, portanto, aprenda a aprender, mas sempre focando em seu diferencial.

Fazendo isso, você estará inspirando seu consumidor ideal a fazer o mesmo!

A inspiração para o diferencial

Corroborando a bandeira que levantamos no tópico anterior, você não deve viver isolado, mas criar um diálogo com o mercado do qual participa.

Muitas vezes, só percebemos o que fazemos de diferente quando nos comparamos aos competidores, então encare os múltiplos players que disputam o mesmo mercado com você como instrumentos de autoconhecimento e aprendizagem.

Aqui, você pode argumentar: “Mas vocês não estão sendo incongruentes?”

Não estamos. O que queremos evitar é que você se dedique somente a reagir conforme as idas e vindas, os altos e baixos, de seu concorrente.

Foque na sua jornada, no seu diferencial e “aja” em vez de reagir.

A acessibilidade como vantagem competitiva

Retomando o argumento da rede de conexões, é fundamental que você se conecte e amplie o alcance de sua empresa. Estabeleça parcerias e tenha sempre uma plano B.

Mais do que o capital material e humano de uma empresa, a conectividade com os players do mercado (serviços/produtos concorrentes e complementares) é um vantajoso investimento, especialmente se considerarmos o complexo cenário atual.

Para se adaptar ao cenário adverso e às flutuações econômicas e políticas de hoje, é preciso conhecer pessoas e projetos, ser capaz de acionar alternativas de operar, além, é claro, de estar presente e ter coerência no universo digital.

Apenas pessoas podem ajudar sua empresa a crescer nesse cenário, não importa se concorrentes ou aliadas; há sempre uma lição a ser aprendida e uma relação positiva a ser estabelecida.

Colaboração e concorrência: onde uma termina e a outra começa

Você sabia que a criatividade e as inovações florescem quando você sai do modo “defesa” ou “conflito” e libera seu potencial para focar em ideias e possibilidades? Pois é, quando canalizamos 100% de nossa atenção e esforço para superar nossos concorrentes, esquecemos do básico, da razão pela qual existimos. Deixamos de lado nossa essência, aquilo que nos torna únicos.

Não estamos defendendo o fim da concorrência, afinal, muitas vezes, é ela que nos leva a dar o melhor, a fazermos diferente e a levantarmos novas bandeiras.

Contudo, cada vez mais, uma relação de colaboração e cooperação com os antigos concorrentes, especialmente em mercados locais e pequenos têm sido a receita do êxito e do crescimento sustentável.

A relação de colaboração, entenda, é uma de complementariedade.

Sabemos que ainda estamos longe de um cenário global de cooperação, mas já percebemos que esses são os ventos que embalam e embalarão os negócios, pequenos, médios e grandes em curto prazo e, possivelmente, longo prazo.

E você, o que sente em relação à concorrência e à colaboração?

Se quiser saber mais a respeito desse ímpeto de colaboração que toma conta de diversas startups e negócios no Brasil e no mundo, está convidado a conhecer nosso programa Crie Engajamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Impact Hub Floripa

Rodovia Dr. Antônio Luiz Moura Gonzaga, 3339
Sala 101, bloco B – Rio Tavares, 88048-301
Florianópolis - SC - Brasil

contato@manifesto55.com

Assine nossa Newsletter

Receba novidades da Manifesto 55, enviadas a cada 3 meses, diretamente no seu e-mail.

Redes Sociais

Junte-se a nós e acompanhe nossa Jornada pelas redes sociais

Copyright © 2019
MANIFESTO 55 | Experiências Transformadoras
Política de Privacidade